Disfunção Temporomandibular: Sintomas e tratamento

ago 15

Disfunção Temporomandibular: Sintomas e tratamento


Você já deve ter se perguntado, qual a ligação entre minha mandíbula e minha coluna? Porque sou questionado sobre problemas de bruxismo ou outras alterações quando vou ao fisioterapeuta se é minha cervical que incomoda? Porque o fisioterapeuta me questiona se estou realizando ou já fiz tratamento ortodôntico?

Pois bem, são perguntinhas que ficam muitas vezes sem respostas ou não tão bem esclarecidas, mas não se preocupe, vamos esclarecer mais sobre o assunto.

Geralmente iniciamos com uma cervicalgia (dor na cervical) que talvez não damos aquela atenção devida, geralmente tomamos algum analgésico no qual alivia os sintomas e seguimos...Mas....aquele desconforto permanece, principalmente ao acordar, quando vamos bocejar, aquela sensação de peso, dor de cabeça, desconforto, dor ao abrir a boca ou até mesmo ao mastigar e ficamos pensando...Mas o que está acontecendo?

Assim como todo nosso corpo, temos uma película que recobre toda a musculatura do corpo, essa é chamada de fáscia muscular. Juntamente com as fáscias, temos toda uma rede de musculaturas que se interligam, essas chamamos de cadeias musculares que por sua vez algumas são unidas por um único conjunto de fáscias.

Certo...Mas qual a relação de dores na coluna com a ATM?

Em uma visão posterior, nossas fáscias estão ligadas desde a cervical até o quadril e anteriormente temos esse mesmo tecido ligando nossa mandíbula até a pelve, então se houver alguma disfunção mecânica uma vai alterar a outra por transmissão de tensões, isso pode ocasionar dores na coluna (cervical, torácica e lombar).

Minha postura pode ter influência?

Sim, nossa postura também tem relação com nossa ATM, quando adotamos uma má postura temos uma sobrecarga em todas nossas articulações o que geram tensões na nossa musculatura levando a um quadro de dor difusa. Além de alterações posturais, a oclusão dos dentes (mordida) pode ter forte influência para o desequilíbrio muscular, nesse caso é importante ter o acompanhamento com um dentista. Quando há essa alteração na mordida a mandíbula desvia lateralmente para realizar o ajuste e acaba compensando o movimento, exigindo mais da musculatura, isso faz com que a musculatura da cervical sigam esse movimento desencadeando sobrecarga na musculatura.

Fisioterapia nas disfunções da ATM

É bom salientar que sempre é mais eficaz quando seu fisioterapeuta trabalha em conjunto com seu dentista ou ortopedista assim todos vão buscar a melhor forma para aliviar os sintomas, e no caso da fisioterapia reabilitar a lesão instalada.

Nosso objetivo é minimizar a dor e desconforto, trabalhar todas as estruturas envolvidas aumentando amplitude de movimento por restrição, reduzir o quadro agudo, fortalecer a musculatura tanto da ATM quanto da região cervical e claro uma boa reeducação postural.